terça-feira, 11 de novembro de 2008

Eu fui à floresta porque queria viver deliberadamente. Queria viver profundamente. E sugar toda a essência da vida. Acabar com tudo que não fosse vida, para que, quando minha morte chegasse, eu não descobrisse que não vivi.

do filme Sociedade dos poetas mortos

3 comentários:

Rafael disse...

Este texto é VIDA. Este filme é VIDA.

Anônimo disse...

Realmente um dos melhores filmes que eu já vi.

Anônimo disse...

Belo trecho, extraído de Walden- Henry Thoreau